top of page
Design sem nome (8).png

Stephanie Jobst

Stéphanie Queiroz Jobst é psicanalista, fundadora e diretora executiva há 9 anos do Instituto D’Alma - Escola de psicanálise, filosofia e arte. É formada em Comunicação Social pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, pós graduanda em Cultura Material e Consumo: perspectivas semiopsicanalíticas, pela USP, e docente em psicanálise. Atende e oferece supervisões clínicas. É atriz formada pela escola de teatro Macunaíma, multiartista e palestrante. É estudiosa sobre questões interseccionais.

Bruno Correia da Mota

Graduado em psicologia pela UNESP Mestre em psicologia pela UFRRJ, Bruno é Coordenador Regional Sudeste da Articulação Nacional de Psicóloga (os) Negra (os) e Pesquisadoras (es), ANPSINEP e Vice-líder do Laboratório de Psicologia e Informações Afrodescendentes da UFRRJ, LAPSIAFRO. Bruno se dedica a pesquisa de fenômenos sociais e processos grupais a partir do aporte teórico da psicologia complexa e desenvolve estudos sobre relações étnico-raciais, violência racial, trauma coletivo, complexos culturais e políticas públicas. Psicólogo Clínico (CRP: 06/137686), artista plástico, documentarista e professor do curso de formação em psicanálise do Instituto D'Alma.

WhatsApp Image 2023-02-03 at 14.54.43.jpeg

Eduardo Abreu

Eduardo é graduado em psicologia, especialista em saude publica com enfase em saude mental e atenção primaria- pela Universidade Braz Cubas, sustenta sua atuação pela teoria psicanalista de orientação lacaniana, estudou psicanalise pelo instituto clin-a, vinculado a  escola brasileira de psicanalise de SP; 
Especialista em prevenção a violência no territorio, pela Escola nacional de saude publica (ENSP) FIOCRUZ.

João Irineu de França Neto

Indígena do povo Potiguara, da Paraíba, poeta, psicólogo e xamã.
Graduação em Letras e em Psicologia; Mestrado em Letras; Doutorado em Linguística pela UFPB; Pós-doutorado em Dialetologia, pelo Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL).
Psicólogo Clínico no campo da Psicologia Humanista (ACP e Gestalt) e Psicologia Indígena, em meu espaço terapêutico - a OCA DO BEM VIVER, Doutorando em Psicologia Social, na PUC-SP, pesquisando a temática do suicídio em população indígena. Membro fundador, da construção coletiva da Associação Nômade de Psicologia Indígena e Quilombola de Pindorama (ANPIQP). Participo da Comissão Psicologia e Políticas Públicas para os Povos Indígenas do Conselho Federal de Psicologia (CREPOP/CFP). Sou militante e animador cultural do Movimento Indígena e das Comunidades Eclesiais de Base (CEBs).

João Irineu de França Neto (1).png
Vanessa Rodrigues.jpg

Vanessa Rodrigues

Formada em teoria musical pela UNICAMP – Universidade Estadual de Campinas e especialista em Psicologia Analítica pela UniLeya e em Psicanálise pelo IBP - Instituto Brasileiro de Psicanálise. Como compositora, participou de diversos Festivais de Música pelo Brasil. Em 2018, foi aprovada no curso de Doutorado na Universidade de Toronto, com projeto de estudos que engloba Música, Raça e Gênero,  impossibilitada porém de cursar por questões de corte de Bolsas. Atuante na temática antirracista, Vanessa tem participado de mesas de debates sobre o tema, destacando eventos dentro da Unicamp e formações para a Rede Municipal de Campinas. Atualmente integra o corpo docente do Instituto D’Alma – SP como professora de teoria Psicanalítica e Coordenadora do Grupo de Estudos de Psicanálise Preta Aimó. Participa e coordena também o Grupo Livre de Estudos “Pensando Branquitude” - GLEPeB e ministra cursos livres com a temática antirracistas e os impactos da branquitude nas relações psíquicas. Psicanalista clinica, colunista do site ImprensaPreta.com e professora de Dança e Música em escola integral no Ensino Fundamental na Rede Pública Municipal de Hortolândia.

william.jpeg

William Zeytounlian 

Bacharel e licenciado em História pela UNIFESP - Universidade Federal de São Paulo (Bolsa PIBIC/CNPq) (2007-2011) e Mestre em História (Bolsa CAPES) pela mesma instituição (2013). William atua como psicanalista pelo Instituto D'Alma (2018) com aperfeiçoamento em Psicopatologia Contemporânea no Instituto Sedes Sapientiae (2019). Analista no projeto Clínica Aberta de Psicanálise na Casa do Povo (2019). Além disso, William colabora como tradutor em diversas editoras e é criador de conteúdo sobre cinema e psicanálise. Atualmente, também atua como psicanalista com consultório em São Paulo e leciona teoria freudiana no Instituto D'Alma.

william.jpeg
WhatsApp Image 2023-02-03 at 17.56.09.jpeg

Joana Waldorf

Joana Waldorf é branca, sapatão não binária, psicanalista e artista multimídia.
Atua na coordenação do núcleo de saúde mental “Chama Psi” da Ong Casa Chama. É co-fundadora da Casa Chama e co-idealizadora da Roda(da) Diversidade – psicanálise e vivências LGBTQIAP+. 
Formada em design gráfico pelo Instituto Europeu de Design, tem especialização em Psicopatologia Psicanalítica no Instituto Sedes Sapientiae.

Marcia Müller Garcez

Tem doutorado e mestrado em Psicologia na UFRJ. Faz formação na área psicanalítica, participando da Escola Brasileira de Psicanálise EBP-RJ. Autora do livro 'Psicoses, Nós e Remendos', pela Editora Prismas em 2016. Psicanalista fundadora da Clínica Falasser em Niterói-RJ onde atuou como diretora e psicanalista desde 2007 até março de 2022. Esteve como Professora Substituta no curso de Psicologia da UFF Rio das Ostras em 2021. Esteve também como Professora Substituta no Instituto de Psicologia da UFF - Niterói em 2017 e como Coordenadora do Curso de Psicologia na Universidade Salgado de Oliveira em 2019. Tem experiência de longa data em Educação, tendo iniciado com a Educação Básica. Dirige o projeto de estudos e atividades 'Dobradiças na Psicanálise'. Esteve como Psicóloga Voluntária na FioCruz durante a pandemia de COVID-19 em 2020 e 2021. Suas pesquisas se relacionam com a clínica psicanalítica e sua aplicação na sociedade abrangendo clínica, saúde, educação, literatura, cultura e sintomas na atualidade.

Priscila Martins Decoster

Psicóloga Clínica, Pós graduada em Teoria e Prática Junguiana  (Universidade Veiga de Almeida - UVA - RJ), Mestre em  Psicologia na Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ).  Atuou como professora e supervisora clínica no curso de Pós  Graduação (Lato sensu) de Psicologia Junguiana da Faculdade  Maria Theresa (Famath). Atuou como professora e supervisora clínica dos curso de Pós-Graduação  (Lato sensu) Teoria e Prática Junguiana e Arteterapia e  Processos de Criação da Universidade Veiga de Almeida - UVA.  Interesse em Psicologia Analítica de C. G. Jung e Mitologia  Iorubá.

william.jpeg

Felipe Kurschat

Felipe é musicoterapeuta, mestre em comunicação e psicanalista clínico docente da formação do instituto D'alma. Atua na clínica individual e em grupo na perspectiva esquizoanalista na articulação com arte. Possui experiência como docente em faculdade e em produção de conteúdo didático para EAD. Desde de 2003 organiza grupos para se experienciar a Ecosofia, proposta apresentada pelo pensador Felix Guattari em seu livro Três Ecologias (1989). Segue desde então como pesquisador autônomo da filosofia da diferença propondo processos e cursos livres que pensam a articulação entre os campos dessa perspectiva filosófica, a clínica analítica e a arte.

felipe.jpeg
william.jpeg

Lívia Nakaguma

Psicologa de formação pela UERJ, psicanalista e esquizoanalista. Atua em parceria com o Núcleo subjetividades PUC-SP além de parceiros no Margens Clinicas de Sao Paulo. Graduanda do curso de artes na UFF e mestranda do curso de artes da UERJ.
Atua na clinica psicanalítica e como curadora em contato direto com artistas, galerias e museus.

Marilene Avelino

Mulher da periferia, vítima de poliomielite aos três anos de idade, mãe e avó.

Graduada em Pedagogia, com diversos cursos na área de formação de professores, alfabetização e gestão de escolas. Trabalhou por 27 anos na educação como professora, coordenadora pedagógica e diretora, cargo no qual se aposentou pela Prefeitura de São Paulo.

Psicanalista formada pelo Instituto D’Alma, membro do Grupo Arriscado. Atualmente compõe a equipe do Instituto como professora monitora, no trabalho de triagem, acolhimento e atendimentos, assim como participa de grupos de supervisão e estágio. 

Possui uma clínica particular para atendimento ao público em geral, contando com um trabalho social inovador de baixo custo para pessoas que não podem arcar com os valores de um tratamento convencional. 

Realiza trabalho voluntário de atendimento a mães atípicas em parceria com a ABECAE – Associação Bertioguense de pais, amigos e apoio a famílias de pessoas com deficiência.

bottom of page